O Pai tá on-line: Lives de Anitta, Luan, Latino e Gusttavo Lima são tomadas por reza e música gospel | Música

O Pai tá on-line: Lives de Anitta, Luan, Latino e Gusttavo Lima são tomadas por reza e música gospel | Música

  • Post Author:
  • Post Category:Sem categoria
  • Post Comments:0 Comentários


Enquanto um pastor canta um hino de louvor, Latino junta as duas mãos e cochicha uma oração, sentado no chão. A live “Festa no apê”, realizada pelo cantor no dia 8 de maio, também teve uma parte de “Culto no apê”.

Não foi o único momento religioso em uma live de um artista que não é da música gospel. Luan Santana, Anitta, Gusttavo Lima, Alexandre Pires e Belo também já incluíram músicas religiosas ou rezas em suas lives. Ouça no podcast acima entrevistas e análises sobre esse tendência.

Em todos os casos, esses artistas ouviram muita música cristã durante a infância. Todos também já tinham cantado alguma música gospel ou feito parcerias com padres e pastores.

Além dos momentos em que a música cristã dominou shows on-line de artistas de fora do segmento cristão, houve também aumento de procura por cultos e missas on-line.

O G1 lista abaixo quem cantou músicas religiosas em lives:

Anitta, Luan Santana, Gusttavo Lima e Alexandre Pires — Foto: Divulgação

Luan Santana cantou um trecho de “Noites Traiçoeiras”, música conhecida na voz do Padre Marcelo Rossi, na primeira live feita por ele no Youtube, no dia 26 de abril. Mas a live de estreia de Luan foi bem antes, no dia 22 de março, no Instagram. E foi uma live toda religiosa.

“Eu falei: ‘As pessoas precisam de calma. Eu quero chamar alguém que passe calma, paz pras pessoas que vão ver’. Eu sou um grande amigo do Padre Fábio, né? Foi o primeiro nome que eu liguei. Logo depois, liguei pro Deive Leonardo e pro André Valadão”, diz Luan ao G1, citando o nome dos pastores.

“Foi uma comoção essa live”, conta Luan. “Tanto pra mim, quanto pras pessoas que assistiram. Porque foi emocionante, eu acho que foi de muito bom tom assim e as pessoas tiraram muito proveito das coisas que a gente disse, das músicas que a gente cantou. Causou um efeito muito lindo.”

Em sua Live “Festa no Apê”, Latino convidou o pastor Kleber Lucas, que cantou “Deus cuida de mim”. Enquanto o convidado cantada e orava, Latino sentou no chão e ficou rezando.

Na transmissão ao vivo no dia 8 de maio, o cantor também pediu a namorada, a advogada Rafaella Ribeiro, em casamento. “A gente tinha planejado fazer festa de noivado, mas por causa da pandemia…”, disse o cantor.

Latino pede a namorada em casamento durante live — Foto: Reprodução/YouTube do cantor

Em 26 de abril, Anitta foi atração do festival Ao Vivo pela Vida. A transmissão também teve mensagens de líderes de diferentes religiões. “Foi muito importante e gostoso pra mim fazer esse show mais intimista. Cantei músicas que fazem parte da minha formação como pessoa e como artista”, explica Anitta ao G1.

“Esse momento de isolamento social nos deixa mais sensíveis e frágeis. É importante que nós nos conectemos a nós mesmos, ou a algo superior. Ter fé em algo nos conforta, independente do que você acredita. Todas as formas de crença precisam ser respeitadas e valorizadas. Principalmente nesse momento, né?”, completa a cantora.

A live gospel teve músicas como “Sou humano”, conhecida na voz da Bruna Karla. Anitta cantou músicas de outros artistas como o grupo Preto no Branco, Eli Soares e “Noites Traiçoeiras”. Ela explicou que essa era uma das preferidas da avó dela.

Outro artista que também cantou música religiosa em live foi Gusttavo Lima. Foi na abertura do show de sábado, em 11 de abril, um dia antes do domingo de Páscoa. A escolhida foi “Maria Passa à Frente”, muito conhecida na voz do Padre Marcelo Rossi.

“Aprendi a tocar violão com uns cinco, seis anos na Igreja e acompanhava meu pai na Folia de Reis”, conta Gusttavo ao G1. “Por isso, desde criança tenho uma relação com a música religiosa. Sou bastante católico.”

“Acredito que esse tipo de canção nos aproxima de Deus e conforta a nossa alma, sobretudo em momentos difíceis como este. Ano passado, fui convidado pelo padre Marcelo Rossi para cantar com ele “Maria Passa à Frente” e aceitei na hora. É uma música que tem uma mensagem que considero bem especial”, explica o cantor.

Belo canta durante live — Foto: Reprodução/YouTube do cantor

Assim como Anitta e Luan Santana, Belo também cantou “Noites traiçoeiras”. A música faz parte do repertório dele desde 2011.

Foram 5 horas e 20 minutos de show, com canções da carreira solo, do Soweto e de outros artistas, como Djavan, Roberto Carlos e Moraes Moreira.

Diferentemente da “Noite traiçoeira” de Luan e de Anitta, bem calma e acústica, a de Belo dá destaque à percussão. É uma versão pagodeira do hino de louvor.

Péricles cantou por quase 2 horas e 40 minutos. Além da carreira solo e do Exaltasamba, o repertório também teve um momento religioso.

Ele cantou “Uma carta pra Deus”, gravada originalmente pelo grupo de pagode que o revelou. Na original, Padre Reginaldo Manzotti fazia uma participação.

A música foi emendada com o cantor orando um “Pai Nosso”. Na sequência, manteve o tema com “Nunca foi sorte, sempre foi Deus”.

Em 5 horas e 20 minutos, Alexandre Pires cantou versões de músicas da carreira solo e do Só Pra Contrariar, grupo de samba e pagode que ele liderou. A abertura, porém, foi com “Ninguém Explica Deus”, música do grupo gospel Preto no Branco.

O artista mineiro de 44 anos cantou versos como: “Antes que o ar já houvesse Ele já era Deus / Se revelou ao seus do crente ao ateu / Ninguém explica Deus”.

As cenas de 'lives' da quarentena que já estão na história do entretenimento brasileiro

As cenas de ‘lives’ da quarentena que já estão na história do entretenimento brasileiro



Fonte

Deixe uma resposta