Fundo Social de Caraguatatuba inicia produção de 10 mil máscaras para população em vulnerabilidade social

Fundo Social de Caraguatatuba inicia produção de 10 mil máscaras para população em vulnerabilidade social


Em Caraguatatuba, o uso de máscaras de proteção facial em estabelecimentos comerciais é obrigatório desde o início do mês de maio, como medida de prevenção à Covid-19.

Para atender aqueles que não têm condições de adquirir o material, o Fundo Social organizou uma superprodução com 14 costureiras, para confecção de 10 mil máscaras artesanais de tecido.

As máscaras receberão um carimbo do Fundo Social, para evitar a comercialização do produto.

Enquanto a produção das máscaras é finalizada, o Fundo Social estuda a melhor forma dos materiais chegarem a quem precisa, adotando as medidas de prevenção, principalmente de evitar aglomeração de pessoas.

Como forma de incentivar a produção local, as 14 costureiras, que já foram alunas do curso de costura do Fundo Social e ajudaram voluntariamente em outros trabalhos, desta vez, receberão uma ajuda de custo para confecção das máscaras.

Segundo a presidente do Fundo Social, Samara Aguilar, a despesa dos tecidos, elásticos e mão de obra, será custeada com a verba arrecadada em bazares desenvolvidos em 2019 e no Bloco da Solidariedade realizado no Carnaval.



Litoral Em Pauta

Deixe uma resposta