Disputa por vice da Fórmula E embola

Disputa por vice da Fórmula E embola


A penúltima etapa da temporada 2019/2020 da Fórmula E, em Berlim (Alemanha), foi ruim para o trio brasileiro da categoria dos carros elétricos. Após largarem entre os 10 primeiros, Felipe Massa (13º) e Sérgio Sette Câmara (15º) terminaram fora da zona de pontuação, assim como Lucas Di Grassi. Este último colidiu duas vezes na corrida desta quarta-feira (12) e finalizou em 22º.

O resultado deixou Di Grassi com chances remotas de terminar o campeonato entre os três primeiros. Apesar de somar um ponto pela volta mais rápida da prova, o brasileiro mais bem colocado na temporada caiu para oitavo na classificação geral de pilotos, 14 pontos atrás do britânico Oliver Rowland, que assumiu a vice-liderança ao vencer a etapa desta quarta (o holandês Robin Frinjs, que chegou em segundo, e o alemão René Rast, que ficou em terceiro, completaram o pódio).

Também brigam pelo vice-campeonato o francês Jean-Eric Vergne, o neozelandês Mitch Evans, os alemães André Lotterer e Max Gunther e o suíço Sébastien Buemi. O título, com duas corridas de antecedência, foi assegurado por Antônio Félix da Costa. O português teve problemas e não terminou a corrida. Confira aqui a classificação da temporada, que tem Massa em 22º (três pontos) e Sette Câmara em 27º, zerado.

A Fórmula E tinha sido interrompida em março, após quatro corridas disputadas, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). A saída encontrada pela categoria para terminar a temporada foi realizar uma maratona de provas em Berlim: seis em nove dias. A sexta e última etapa será nesta quinta-feira (13). Foi estabelecido um rígido protocolo aeroporto de Tempelhof, que recebe pilotos e funcionários, com limitação de pessoas, realização frequente de testes e portões fechados.





Source link

Deixe uma resposta